Archive for Saúde Animal

MICROCHIP PARA PETS

POUCO MAIOR QUE UM GRÃO DE ARROZ, GARANTE MAIS SEGURANÇA PARA SEU ANIMAL!

A identificação animal é uma preocupação antiga nos Estados Unidos e Europa, por isso fazem uso do microchip para poder indentifi cá-los, uma vez que nestes países o abandono é crime e levado a sério. Em São Paulo, o microchip é obrigatório para cães e gatos que irão viajar, participar de exposições e ainda para animais comercializados nascidos no município.

chip

COMO FUNCIONA

Quando um animal se perde ou até mesmo é roubado, pode ser identificado facilmente por meio de seu microchip. Para isso, usa-se um scanner portátil que rapidamente reconhece o
número de identifi cação do animal e consequentemente os dados de contato dos seus tutores (telefone e endereço). O microchip é aplicado no animal através de uma seringa própria para isso e o procedimento se assemelha a uma injeção normal, sem necessidade de sedação
ou anestesia. A partir do 10º dia de vida do seu pet, você já pode fazer a aplicação do microchip, porém a indicação é que seja feita junto com a vacina Múltipla, que ocorre por volta dos 3 meses de idade.

A durabilidade e eficiência do microchip superam as expectativas de vida dos animais em geral, sendo necessária apenas uma aplicação. Embora o uso do microchip seja mais
comum em gatos e cachorros, é possível fazer a aplicação em ratos, coelhos, morcegos, peixes, aves, cavalos, bois e até serpentes. Ao adotar ou comprar um animal, informe-
se se ele já possui um microchip e, caso ele já possua, procure a companhia responsável pelos registros para fazer a alteração dos seus dados de contato, do contrário ficarão registradas as antigas informações. É necessário reconhecer a importância do uso do microchip em pets, principalmente para evitar mais animais abandonados em abrigos ou nas ruas. Grandes centros de Zoonoses já possuem a leitora para identificação dos animais
que aparecem perdidos nos abrigos a fim de diminuir esse número, devolvendo os animais identificados para seus tutores. Infelizmente, como o uso do microchip não é obrigatório, são raras as vezes em que recebem um animal identificado, aumentando o número de pets
abandonados em abrigos e de famílias que buscam desesperadamente por um animal perdido, portanto não perca mais tempo, identifique o seu animal.

10 DICAS PARA QUEM QUER TER UM PET

dalmatas-3

1ª – Antes de adquirir um pet é preciso pensar bem. Questione a sua família se todos estão de acordo. Verifique também se há alguém para cuidar dele quando você for viajar e não puder levá-lo.

2ª - Se possível, dê preferência para adoção de animais em abrigos.

3ª - Informe sobre as características e necessidades da espécie que escolheu.

4ª - Mantenha seu pet dentro de sua propriedade e faça passeios regularmente, sempre com coleira e guia.

5ª - Recolha as sujeiras e dejetos e jogue-as em local adequado.

6ª - Cuide da saúde psicológica do seu pet. Ela é tão importante quanto a saúde física. Dê a ele carinho e atenção.

7ª - Eduque seu novo amigo, mas lembre-se, faça isso sempre respeitando as limitações do seu pet.

8ª - Leve-o frequentemente ao veterinário e mantenha suas vacinas em dia.

9ª - Para maior segurança, identifique seu novo amigo com uma plaqueta e registre-o no Centro de Zoonoses ou em órgão similar (RGA).

10ª - Castre fêmeas e machos. Esta é a principal medida para o controle da procriação e não possui contra-indicações.

 

Feliz dia mundial do sol

shutterstock_246435367

Já reparou como o seu cão adora tomar sol? Isso tem um motivo: o sol serve de conforto para eles. Mas não é só isso, ele é também uma fonte de vitaminas. A tão famosa vitamina D que é super importante para fazer o corpo aproveitar melhor o fósforo e o cálcio, que tanto ajuda no fortalecimento dos ossos e no bom desenvolvimento dos filhotes.

Trinta minutos de sol diários já são o suficiente para a saúde do seu pet. Mas lembrem que, apesar de muito saudável, não devemos exagerar com a exposição ao sol, principalmente se o seu amigo for branquinho. O melhor horário é antes das 10 da manhã e após as 16 horas.

Tomando os devidos cuidados, seu cão vai te agradecer, afinal, um passeio gostoso ou uma brincadeira ao ar livre sempre são bem-vindos.

Feliz dia mundial do Sol!

 

JÁ ESCOVOU SEUS DENTES HOJE? E OS DO SEU AMIGO PET?

post blog cão escovando denteA saúde bucal está intimamente relacionada com a saúde geral. Por isso é importante a higiene bucal do seu animalzinho e as visitas periódicas ao veterinário.
Escovar os dentes do seu animal de estimação não é “frescura”, é um ato de carinho e demonstra preocupação com a saúde dele como um todo. Mas para isso é preciso condicioná-lo aos poucos.

1ª semana

Comece passando seu dedo indicador por na gengiva do seu pet. Eles podem estranhar no início, mas logo se acostumam. Comece com seções breves de 2 minutos 4 vezes ao dia por 3 dias e depois aumente a duração para 5 minutos.

2ª semana

Utilize gaze enrolada no seu dedo para que ele se acostume com a textura diferente 5 minutos duas vezes ao dia.

3ª semana

Embeba a gaze em uma solução antiséptica indicada por seu veterinário antes de levá-lo para passear.

4ª semana

Substitua seu dedo e a gaze por uma escova de cerdas macias ou dedeira, e o anti-séptico por pasta de dentes ou gel específicos para animais (nunca use pastas de dente para humanos). Repita a rotina carinho+escovação+carinho+passeio ou brincadeira diariamente por uma semana e depois diminua por 3 vezes por semana.